3 via bilhete unico*

3 via bilhete unico

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, sancionou semana passada uma lei que autoriza a SPTrans a disponibilizar um sistema onde o usuário poderá verificar o saldo e o histórico de utilização do seu bilhete único pela Internet

A iniciativa visa facilitar a utilização do sistema e dar mais segurança aos usuários de transporte público na cidade Hoje, a consulta e a recarga do Bilhete Único podem ser feitas nos postos de atendimento da SPTrans, terminais de consultas e pelo aplicativo de recarga “Ponto Certo” As consultas poderão ser feitas no próprio site do Bilhete Único

Ainda não há prazo definido para que o sistema comece a operar na Internet A SPTrans está trabalhando para o desenvolvimento da ferramenta

Autor: Caio Lobo

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô

22 Comentários deste post

COMO FAÇO PARA CONSULTAR O SALDO NEST PORRA DE SITE

neste sait ão existe consulta de salto isso e mais uma propaganda enganosa no sait

meu bilhete unico foi ativo dia 04 de setembro 2015 e nao possui carga de empresa,

a como reaver creditos de cartao bloqueados,e passar para o que esta ativo

como ver saldo do bilhete unico

Engraçado, 9 meses depois dessa noticia e nada tem ainda no site da sptrans sobre histórico de recargas Será que não tiveram tempo bastante para fazer isso Kd sptrans Kd Sr Prefeito

Passados 10 meses e ainda nada de consulta ao saldo on-line Isso não é gestão, é indigestão!

Palhaçada como tudo deste prefeito CADEOSALDO

Para facilitar pro cidadão NADA…DEMORA ATE ANOS…

Agora pra tirar dinheiro nosso… ( a volta de taxas no banco, multas de trânsito que menos de 30 dias chega boleto pontinho pra pagar… Novos pedágios …) HAAA… AI E BEM RÁPIDO

Multa só recebe quem ultrapassa a velocidade Pedágio não é com o município, é com o estado e com a federação Entre uma lei ser sancionada, a SPTrans se movimentar para a contratação desse serviço e a programação dele ser realizada, demora mesmo Quem conhece um pouquinho de gestão pública e de tecnologia da informação, sabe disso Vai atrás de informação antes de falar besteira

Como assim , não podemos ver o saldo do próprio cartão ! quero ter a certeza que minha recarga foi efetuada

Outra coisa, nao vi nenhum post sendo respondido …

Já era de se esperar

Nada neste País funciona como deveria

A não ser a Corrupção

Para o povo nada agora Zona sul Eletrônica para multar mais rápido isso fizeram rápido…

Cade a consulta de saldooo… ??

como faço para identificar-lo pois a minha mulher tem tambem e não sei quem é quem

( A SPTrans está trabalhando para o desenvolvimento da ferramenta) Como tá trabalhando? Pelo que eu entendi,não tem ninguém trabalhando para atender a lei que o Haddad sancionou

Vamos trabalhar mais rápido pessoal!! Tem um monte de gente precisando consultar saldo

Nada ainda gente………não é possivel

Pessoal me ajuda tirar uma duvida , a moça que trabalha aqui em casa disse que paga 4 ônibus p vir trabalha r aqui em casa! Pago todo mês por dia 4 passagens por dia, do que minha outra funcionária da loja pega 4 ônibus tb e paga só dois porém com o mesmo bilhete único da outra!

Sai ônibus normais!

Como vejo senão está agindo de na fé?

3 via bilhete unico

3 via bilhete unico

Cartão recarregável mediante cadastramento empresarial

Cor predominante verde

Cartão destinado aos funcionários beneficiados com o Vale-Transporte e que permite tomar até 3 ônibus no período de duas horas A primeira integração é gratuita Na segunda integração, o usuário paga R$ 0,30

Todo trabalhador tem direito ao transporte residência x emprego x residência, conforme estabelecido na lei federal nº 7418, de 16/12/1985 O Vale-Transporte constitui benefício que o empregador deverá antecipar ao trabalhador, para utilização efetiva em despesas de deslocamento residência-emprego e vice-versa

Decreto nº 95247, de 17/11/1987, regulamenta a Lei nº 7418, de 16/12/1985:

“Artigo 5º É vedado ao empregador substituir o Vale-Transporte por antecipação em dinheiro ou qualquer outra forma de pagamento, ressalvado o disposto no parágrafo único deste artigo

Parágrafo único: No caso de falta ou insuficiência de estoque de Vale-Transporte, necessário ao atendimento da demanda e ao funcionamento do sistema, o beneficiário será ressarcido pelo empregador, na folha de pagamento imediata, da parcela correspondente, quando tiver efetuado, por conta própria, a despesa para seu deslocamento”

No início de 2006, o governo federal chegou a autorizar as empresas a pagarem o VT em dinheiro, por meio do artigo 4º da Medida Provisória 280 No entanto, a Medida Provisória 283 revogou o artigo Ou seja, o VT não pode ser fornecido aos colaboradores em dinheiro É uma forma de assegurar o direito do trabalhador ao transporte da residência até o local de transporte e vice-versa com comodidade e segurança

Quanto custa uma viagem?

O mesmo valor de 1 tarifa vigente ou R$ 4,50 por passe

Como comprar?

A empresa deve se cadastrar na Transurc, fornecendo seus dados: cópia simples da última alteração do contrato social, cópia simples do cartão de CNPJ, comprovante de endereço (um dos últimos três meses) Exemplo: conta de água; telefone fixo ou celular; luz; extrato bancário ou de instituições financeiras; extrato de cartão de crédito; IPTU; contrato de locação do imóvel com reconhecimento de firma das assinaturas

O cadastramento pode ser feito diretamente no site da Transurc wwwtransurccombr, enviando posteriormente os documentos pelo e-mail cadastro@transurccombr (confirmar o envio no número 3731-2600)

Após o cadastramento da empresa, é preciso cadastrar os funcionários, o que também pode ser feito no site da Transurc Será necessário fornecer os seguintes dados do funcionário: nome completo; sexo; data de nascimento; nome completo da mãe; CPF

Como proceder para primeira compra?

Após cadastro, a empresa poderá formalizar a compra, informando o valor no site da Transurc (wwwtransurccombr) ou por e-mail: vendasvt@transurccombr

Os valores estarão disponíveis 24 horas após o processamento da venda Os cartões Bilhete Único Vale-Transporte são carregados diretamente no ônibus

Quais são as formas de pagamento?

À vista: as empresas podem pagar com cheque nominal à Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc) ou em dinheiro

A prazo: podem optar pelo boleto bancário com prazo de vencimento para sete dias após a compra

Onde comprar ?

Na sede da Transurc, Rua 11 de Agosto, 757, Centro Diretamente no site da Transurc, no link Serviços – Comprar Passes

Qual o horário de atendimento para compras na sede da Transurc?

Transurc: Rua Onze de Agosto, 757, Centro Segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18 horas

Qual limite que o cartão suporta?

Como cancelar o cartão?

1ª Opção: ligar imediatamente para o Disque-Transurc: 0800 014 02 04, solicitar o cancelamento e informar o motivo Após a solicitação, a Transurc deverá efetivar em até 24 horas sua inclusão na lista de cartões cancelados O usuário do cartão deve passar para o atendente os dados abaixo:

  • Nome completo do dono do cartão;
  • Data de nascimento;
  • Nome completo da mãe;
  • Número do CPF e do RG;
  • Número do cartão (se o usuário souber)

2ª Opção: dirigir-se à sede da Transurc , na Rua 11 de Agosto, 757, Centro, no setor de Cadastro e Troca, apresentar os originais do documentos RG e CPF e número do cartão (se usuário souber) O usuário poderá fazer o cancelamento também nos terminais

Se houver saldo, o mesmo será transferido para o novo cartão Bilhete Único Vale-Transporte

Como retirar a 2ª via: para retirar a segunda via, é necessário que o usuário vá à sede da Transurc, na Rua 11 de Agosto, 757, Centro, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18 horas, trazendo os documentos originais, CPF e RG

A segunda via do cartão Bilhete Único ficará pronta em dois dias úteis Será cobrada uma taxa de emissão no valor de 2 a 8 tarifas vigentes, de acordo com a determinação da Secretaria Municipal de Transportes (Setransp)

Se o usuário não puder comparecer, a pessoa que vier deverá trazer todos os seus documentos

O que fazer quando o cartão apresentar problemas de leitura?

Dirigir-se para troca, portando cartão e documento de identificação pessoal à sede da Transurc, na Rua 11 de Agosto, 757, Centro

Obs: As trocas serão realizadas de imediato

Onde recarregar o cartão?

O cartão Bilhete Único Vale-Transporte pode ser carregado diretamente nos ônibus ou em um posto da Transurc nos terminais

Quais os benefícios para o funcionário e para a empresa?

A compra do Vale-Transporte permite benefícios tanto para a empresa como para o funcionário, permitindo apenas o desconto de até 6% sobre o salário do trabalhador Veja o exemplo abaixo:

Salário do funcionário é de R$ 600,00

Empresa compra 100 passes ao funcionário, custo de R$ 200,00

Valor máxima da contribuição do funcionário, R$ 36,00

Custo da compra de passes pela empresa: R$ 200,00 – R$ 36,00 = R$ 164,00

Pague menos impostos fornecendo Vale-Transporte Veja como calcular:

O valor investido na compra pode ser lançado como despesa operacional, o que influi de forma favorável no cálculo do Imposto de Renda

Exemplo de favorecimento no cálculo do IRPJ:

Duas empresas com movimentações quase equivalentes

Na coluna da empresa I, o gasto de R$ 810,00 (parte assumida pela empresa referente à compra do Cartão Bilhete Único Vale-Transporte) está incluso nas “despesas operacionais” Na coluna da empresa II, não há gasto com Vale-Transporte

Conclusão: O “Lucro Líquido antes do IR” é a base de cálculo do IRPJ antes dos ajustes

  • A empresa I que adquiriu o cartão Bilhete Único Vale-Transporte tem a base de cálculo do I R P J menor que a da empresa II que não adquiriu o cartão Bilhete Único Vale-Transporte

É possível comprar os passes pela internet?

Sim A Transurc disponibiliza para as empresas um sistema de compra de Vale-Transporte: o VTNET

Com ele, a empresa pode efetuar seu pedido de compra, enviar sua base de dados ou gerar relatórios diversos pela Internet Clique aqui para obter mais informações

Mais informações…

Disque-Transurc: 0800 014 02 04 – ligação gratuita (não aceita chamada de celular)

3 via bilhete unico

3 via bilhete unico

Cartão recarregável mediante cadastramento empresarial

Cor predominante verde

Cartão destinado aos funcionários beneficiados com o Vale-Transporte e que permite tomar até 3 ônibus no período de duas horas A primeira integração é gratuita Na segunda integração, o usuário paga R$ 0,30

Todo trabalhador tem direito ao transporte residência x emprego x residência, conforme estabelecido na lei federal nº 7418, de 16/12/1985 O Vale-Transporte constitui benefício que o empregador deverá antecipar ao trabalhador, para utilização efetiva em despesas de deslocamento residência-emprego e vice-versa

Decreto nº 95247, de 17/11/1987, regulamenta a Lei nº 7418, de 16/12/1985:

“Artigo 5º É vedado ao empregador substituir o Vale-Transporte por antecipação em dinheiro ou qualquer outra forma de pagamento, ressalvado o disposto no parágrafo único deste artigo

Parágrafo único: No caso de falta ou insuficiência de estoque de Vale-Transporte, necessário ao atendimento da demanda e ao funcionamento do sistema, o beneficiário será ressarcido pelo empregador, na folha de pagamento imediata, da parcela correspondente, quando tiver efetuado, por conta própria, a despesa para seu deslocamento”

No início de 2006, o governo federal chegou a autorizar as empresas a pagarem o VT em dinheiro, por meio do artigo 4º da Medida Provisória 280 No entanto, a Medida Provisória 283 revogou o artigo Ou seja, o VT não pode ser fornecido aos colaboradores em dinheiro É uma forma de assegurar o direito do trabalhador ao transporte da residência até o local de transporte e vice-versa com comodidade e segurança

Quanto custa uma viagem?

O mesmo valor de 1 tarifa vigente ou R$ 4,50 por passe

Como comprar?

A empresa deve se cadastrar na Transurc, fornecendo seus dados: cópia simples da última alteração do contrato social, cópia simples do cartão de CNPJ, comprovante de endereço (um dos últimos três meses) Exemplo: conta de água; telefone fixo ou celular; luz; extrato bancário ou de instituições financeiras; extrato de cartão de crédito; IPTU; contrato de locação do imóvel com reconhecimento de firma das assinaturas

O cadastramento pode ser feito diretamente no site da Transurc wwwtransurccombr, enviando posteriormente os documentos pelo e-mail cadastro@transurccombr (confirmar o envio no número 3731-2600)

Após o cadastramento da empresa, é preciso cadastrar os funcionários, o que também pode ser feito no site da Transurc Será necessário fornecer os seguintes dados do funcionário: nome completo; sexo; data de nascimento; nome completo da mãe; CPF

Como proceder para primeira compra?

Após cadastro, a empresa poderá formalizar a compra, informando o valor no site da Transurc (wwwtransurccombr) ou por e-mail: vendasvt@transurccombr

Os valores estarão disponíveis 24 horas após o processamento da venda Os cartões Bilhete Único Vale-Transporte são carregados diretamente no ônibus

Quais são as formas de pagamento?

À vista: as empresas podem pagar com cheque nominal à Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc) ou em dinheiro

A prazo: podem optar pelo boleto bancário com prazo de vencimento para sete dias após a compra

Onde comprar ?

Na sede da Transurc, Rua 11 de Agosto, 757, Centro Diretamente no site da Transurc, no link Serviços – Comprar Passes

Qual o horário de atendimento para compras na sede da Transurc?

Transurc: Rua Onze de Agosto, 757, Centro Segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18 horas

Qual limite que o cartão suporta?

Como cancelar o cartão?

1ª Opção: ligar imediatamente para o Disque-Transurc: 0800 014 02 04, solicitar o cancelamento e informar o motivo Após a solicitação, a Transurc deverá efetivar em até 24 horas sua inclusão na lista de cartões cancelados O usuário do cartão deve passar para o atendente os dados abaixo:

  • Nome completo do dono do cartão;
  • Data de nascimento;
  • Nome completo da mãe;
  • Número do CPF e do RG;
  • Número do cartão (se o usuário souber)

2ª Opção: dirigir-se à sede da Transurc , na Rua 11 de Agosto, 757, Centro, no setor de Cadastro e Troca, apresentar os originais do documentos RG e CPF e número do cartão (se usuário souber) O usuário poderá fazer o cancelamento também nos terminais

Se houver saldo, o mesmo será transferido para o novo cartão Bilhete Único Vale-Transporte

Como retirar a 2ª via: para retirar a segunda via, é necessário que o usuário vá à sede da Transurc, na Rua 11 de Agosto, 757, Centro, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18 horas, trazendo os documentos originais, CPF e RG

A segunda via do cartão Bilhete Único ficará pronta em dois dias úteis Será cobrada uma taxa de emissão no valor de 2 a 8 tarifas vigentes, de acordo com a determinação da Secretaria Municipal de Transportes (Setransp)

Se o usuário não puder comparecer, a pessoa que vier deverá trazer todos os seus documentos

O que fazer quando o cartão apresentar problemas de leitura?

Dirigir-se para troca, portando cartão e documento de identificação pessoal à sede da Transurc, na Rua 11 de Agosto, 757, Centro

Obs: As trocas serão realizadas de imediato

Onde recarregar o cartão?

O cartão Bilhete Único Vale-Transporte pode ser carregado diretamente nos ônibus ou em um posto da Transurc nos terminais

Quais os benefícios para o funcionário e para a empresa?

A compra do Vale-Transporte permite benefícios tanto para a empresa como para o funcionário, permitindo apenas o desconto de até 6% sobre o salário do trabalhador Veja o exemplo abaixo:

Salário do funcionário é de R$ 600,00

Empresa compra 100 passes ao funcionário, custo de R$ 200,00

Valor máxima da contribuição do funcionário, R$ 36,00

Custo da compra de passes pela empresa: R$ 200,00 – R$ 36,00 = R$ 164,00

Pague menos impostos fornecendo Vale-Transporte Veja como calcular:

O valor investido na compra pode ser lançado como despesa operacional, o que influi de forma favorável no cálculo do Imposto de Renda

Exemplo de favorecimento no cálculo do IRPJ:

Duas empresas com movimentações quase equivalentes

Na coluna da empresa I, o gasto de R$ 810,00 (parte assumida pela empresa referente à compra do Cartão Bilhete Único Vale-Transporte) está incluso nas “despesas operacionais” Na coluna da empresa II, não há gasto com Vale-Transporte

Conclusão: O “Lucro Líquido antes do IR” é a base de cálculo do IRPJ antes dos ajustes

  • A empresa I que adquiriu o cartão Bilhete Único Vale-Transporte tem a base de cálculo do I R P J menor que a da empresa II que não adquiriu o cartão Bilhete Único Vale-Transporte

É possível comprar os passes pela internet?

Sim A Transurc disponibiliza para as empresas um sistema de compra de Vale-Transporte: o VTNET

Com ele, a empresa pode efetuar seu pedido de compra, enviar sua base de dados ou gerar relatórios diversos pela Internet Clique aqui para obter mais informações

Mais informações…

Disque-Transurc: 0800 014 02 04 – ligação gratuita (não aceita chamada de celular)

3 via bilhete unico

3 via bilhete unico

A segunda via da Carteira Nacional de Habilitação, popularmente conhecida como CNH, é concedida para aqueles motoristas que estejam com o documento em mau estado de conservação, ou que por alguma razão não tenham mais a versão original do documento Na maioria dos casos, os condutores solicitam a nova via por motivo de perda, roubou ou furto

Muitas pessoas costumam confundir a segunda via com a renovação da CNH, por isso, vale a pena ressaltar que são procedimentos totalmente diferentes A renovação é realizada somente por quem está com o documento vencido ou próximo de vencer Já na segunda via, a CNH tem as mesmas informações e a mesma data de validade da carteira original

Segunda via da CNH

Quem mora no Estado de São Paulo tem três opções para solicitar a segunda via da CNH:

  • Internet, através do site do Detran
  • Pessoalmente, através das unidades do Detran
  • Pessoalmente, através de uma unidade do Poupatempo

Segunda via da CNH pela internet

A partir de agora nós vamos explicar o passo a passo para você tirar a segunda via da CNH nas três formas descritas acima Vamos começar pela emissão pela internet Acompanhe até o final para esclarecer todas as dúvidas

1 Acesse o portal do Detran de SP pelo endereço http://wwwdetranspgovbr/

2 Você precisa fazer o login no portal com seu CPF/CNPJ e senha Caso não tenha cadastro no site, basta apenas preencher algumas informações rápidas para se cadastrar;

3 Após acessar seu cadastro, você deve clicar na opção “2ª via da CNH”;

4 Na próxima tela, clique em “Faça pela Internet”;

5 Agora você precisa preencher todos os dados solicitados pelo site, incluindo o endereço de entrega Para que o procedimento dê certo, você precisa estar com seu endereço atualizado no Detran Após finalizar, clique em “Avançar”;

6 Nesta etapa você precisa imprimir o boleto para pagamento da taxa do Detran A taxa de emissão de uma nova carteira em São Paulo é de R$ 38,86, sendo que no caso do envio pelo correio, será cobrado o valor de R$ 11,00 A taxa também poderá ser paga via cartão de débito

7 Após realizar o pagamento, basta aguardar a entrega da CNH no endereço informado ou agendar a retirada no posto do Detran mais próximo

Se você optar por retirar o documento diretamente em uma das unidades do Detran, é preciso apresentar o protocolo do pedido e a carteira de identidade A CNH também pode ser retirada por um procurador ou parente próximo, desde que autorizados por você

Segunda via da CNH pelo Detran

Outra opção para tirar a segunda via da CNH é comparecer pessoalmente a um dos postos do Detran Neste caso, você precisa apresentar a documentação a seguir para emitir o documento:

  • Comprovante de pagamento da taxa de segunda via da CNH
  • Para roubo ou furto: você precisa apresentar original e cópia simples do Boletim de Ocorrência (BO)
  • Para perda ou extravio: você precisa apresentar a declaração de perda preenchida (clique aqui para acessar a declaração)
  • Para mau estado de conservação: você precisa apresentar o documento original

Segunda via da CNH pelo Poupatempo

A terceira alternativa para tirar a segunda via da CNH é através dos postos do Poupatempo Se escolher essa opção, você deve apresentar as mesmas documentações descritas acima Veja abaixo as unidades do Poupatempo que possuem atendimento do Detran:

São Bernardo do Campo

São José do Rio Preto

São José dos Campos

Taboão da Serra

O que você precisa saber

É necessário cumprir alguns requisitos obrigatórios para tirar a segunda via da CNH Confira:

  • Ter uma habilitação válida, ou seja, ela não pode estar vencida e nem suspensa Tudo precisa estar em ordem;
  • A habilitação precisa estar dentro da data de validade, pois caso contrário, será necessário entrar com o procedimento de renovação
  • Não será permitido solicitar alteração nos dados cadastrados na carteira de motorista, como, por exemplo, mudança de nome ou mudança para atividade remuneradaR. a base de clculo do IRPJ antes dos ajustes. Todos esses novos procedimentos devem ser feitos após a emissão da segunda via

Esse foi o nosso tutorial para você aprender a tirar a segunda via da Carteira Nacional de Habilitação Se ele foi útil para você, compartilhe com seus amigos no Facebook ou clique no botão “Curtir” E caso tenha alguma dúvida, escreva sua pergunta na seção de comentários